PM apreende explosivos em lojas após denúncia em Santo André

Moradores da região fizeram denúncia; estabelecimentos não tem autorização dos bombeiros nem da prefeitura

Fabiana Marchezi, Central de Notícias

25 de setembro de 2009 | 16h25

Depois da explosão que deixou dois mortos em uma loja clandestina de fogos de artifício, a Polícia Militar apreendeu explosivos em lojas em Santo André, no ABC paulista, após receber denúncia de moradores. O material foi encontrado em dois estabelecimentos irregulares fiscalizadas nesta sexta-feira, 25.

 

Veja também:

mais imagens Galeria com fotos do acidente

mais imagens Foto mostra antes e depois da explosão

especialExplosão e tragédia - acidentes na última década

som Moradora de Santo André fala da explosão em loja

video Vídeo - Repórter fala da explosão em Santo André

lista Entenda o que diz a lei sobre o comércio de fogos de artifício

 

As lojas ficam na Rua Basílio de Magalhães, no bairro Condomínio Maracanã, e na Rua Dias da Silva, na Vila Junqueira. Os donos têm apenas a autorização da Polícia Civil para a comercialização dos fogos, faltando, portanto, a fiscalização do Corpo de Bombeiros e o alvará da prefeitura.

 

Os donos das duas lojas foram encaminhados ao 6.º Distrito Policial, onde prestam depoimento e devem ser liberados em seguida. Eles terão alguns dias para apresentar a documentação necessária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.