SSP/Divulgação
SSP/Divulgação

PM apreende arsenal de guerra com dupla suspeita de abastecer crime organizado

Algumas das 12 armas apreendidas são de uso exclusivo das Forças Armadas e têm potencial para derrubar aeronaves

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2020 | 20h26

SOROCABA – A Polícia Militar Rodoviária apreendeu fuzis, metralhadoras e pistolas em dois carros parados numa blitz na madrugada deste domingo, 23, numa rodovia de Taquarivaí, interior de São Paulo. Conforme a polícia, algumas das 12 armas apreendidas são de uso exclusivo das Forças Armadas e têm potencial para derrubar aeronaves. Também foram apreendidas mais de 300 munições de vários calibres. Os dois homens que dirigiam os carros foram presos.

A abordagem, por viaturas do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), aconteceu na rodovia Francisco Alves Negrão (SP-250). Os veículos procediam de Ponta Grossa, no Paraná, e seguiam para a capital paulista. A suspeita é de que armas e munições foram contrabandeadas do Paraguai e seriam entregues a quadrilhas de assaltos a bancos que integram facções criminosas.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública (SSP) paulista, a maioria das armas estava em um dos automóveis, enquanto o outro dava cobertura ao transporte. Foram apreendidas duas metralhadoras 9 mm, uma submetralhadora, um fuzil calibre 5.56, quatro fuzis calibre 12, quatro pistolas 9 mm Glock e 26 carregadores, além das munições.

Segundo a SSP, os suspeitos foram levados ao plantão da Polícia Civil em Itapeva e o material bélico foi apreendido. Eles vão responder por porte ilegal de arma de fogo de uso exclusivo e associação criminosa. A polícia vai investigar a origem das armas.

Tudo o que sabemos sobre:
Taquarivaí [SP]armafuzil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.