PM aposentado é preso depois de assaltar pedestres na zona leste de São Paulo

O policial militar aposentado Leovaldo Borges da Cunha, de 41 anos, foi preso ontem acusado de assaltar pedestres na região de Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

08 de setembro de 2012 | 03h00

Durante a abordagem, a polícia encontrou dentro do Fiat Uno prata de Cunha uma pistola calibre 22, um revólver calibre 32, uma espingarda calibre 12 e munições de diversos calibres. As vítimas contaram no 24.º DP (Ponte Rasa) que o PM se apresentava como sendo policial federal e, em seguida, praticava o assalto. Segundo a PM, Cunha não tinha antecedentes e se aposentou por incapacidade física. Ele foi autuado por roubo e porte ilegal de armas de fogo de uso restrito e levado ao Presídio Militar Romão Gomes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.