PM aposentado é morto em assalto a shopping

Um policial militar aposentado foi morto ao tentar impedir um assalto no Shopping Metrô Itaquera, na zona leste de São Paulo, na tarde de ontem. Dois assaltantes entraram com uma falsa bomba na loja da Casa das Alianças e ameaçaram detoná-la caso os funcionários não entregassem as joias. O sargento reformado Elivar Mesquita, de 64 anos, que fazia a segurança da loja, reagiu e houve tiroteio perto da praça de alimentação. Dois suspeitos foram presos logo depois.

Gio Mendes, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2011 | 00h00

Os ladrões chegaram à Casa das Alianças por volta das 13h. Um deles se aproximou do balcão com um pacote nas mãos e disse que estava segurando uma bomba. Assim que os criminosos deixaram a loja, largando falso explosivo lá, o policial aposentado foi avisado do crime. O segurança conseguiu deter um dos assaltantes perto da escada rolante. De acordo com a Polícia Militar, o sargento reformado não sabia da existência do segundo ladrão e foi dominado por ele.

Na fuga, um dos criminosos atirou no segurança e teria acertado também o comparsa. Os criminosos conseguiram sair do shopping, mas acabaram presos, um deles localizado em um hospital. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da PM foi ao shopping para verificar se a bomba deixada pelos assaltantes era verdadeira. A praça de alimentação ficou interdita por quatro horas até a detonação do artefato. Segundo a polícia, a bomba era falsa.

A assessoria do Shopping Itaquera informou que apenas a Casa das Alianças e a praça de alimentação não funcionaram e disse que não sabia que a loja tinha um segurança armado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.