PM aposentado é baleado por assaltante na zona norte de SP

Trabalhando como taxista, PM aposentado, Marcos Lupole, levava uma passageira para casa, quando foi abordado por 2 homens que o sequestraram e o balearam em seguida

Bruno Lupion e Ricardo Valota, do estadão.com.br,

07 de abril de 2011 | 04h14

SÃO PAULO - Um sargento aposentado da Polícia Militar (PM), de 47 anos, que hoje trabalha como taxista, foi baleado no rosto por um assaltante na noite de quarta-feira, 6, na porta de sua casa, na Vila Mazzei, zona norte de São Paulo.

 

Ele foi abordado pelo ladrão às 21h15, quando deixava uma passageira de 50 anos na Travessa Chuva de Setembro, na Vila Medeiros, também na zona norte. O criminoso rendeu o taxista e a passageira e roubou R$ 300 e o celular dela. Em seguida, entrou no táxi e ordenou que o policial reformado acelerasse.

 

Enquanto era mantido refém, a vítima foi obrigada a dirigir para sua casa e, na frente da residência, acabou baleada no rosto. Os policiais suspeitam que o criminoso quis entrar no imóvel e provocou uma reação da vítima, que temeu pela integridade física da filha e da esposa. Após balear o sargento, o criminoso fugiu a pé.

 

Ele foi encaminhado ao Hospital da Polícia Militar (HPM) e está internado em estado grave, segundo policiais do 73º Distrito Policial, do Jaçanã, onde o crime foi registrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.