PM acusado de execução passou em 1º na Fuvest

O tenente Rafael Salviano Silveira, de 26 anos, que está preso sob suspeita de envolvimento na morte de dois jovens em 1º de julho, foi o primeiro colocado no vestibular em 2008 para a Academia da Polícia Militar do Barro Branco, um dos cursos mais concorridos da Fuvest. Silveira e outros quatro PMs tiveram a prisão decretada pela Justiça na segunda-feira por serem suspeitos de matar César Dias de Oliveira e o amigo dele, Ricardo Tavares da Silva, ambos de 20 anos.

O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2012 | 03h05

Desesperado com a morte do filho César, o eletricista Daniel de Oliveira, de 50 anos, passou a apurar a ocorrência duvidosa, reuniu provas e as levou até o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, que apura casos de resistência seguida de morte. /CAMILLA HADDAD

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.