Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

PM aciona esquadrão antibombas após suspeita nas imediações da Bolsa de Valores

Caixa foi deixada em praça próxima à sede da BM&FBovespa, no centro de São Paulo; policiais trabalham na análise do suposto artefato explosivo

O Estado de S.Paulo

10 Maio 2017 | 16h57

SÃO PAULO - O esquadrão antibombas da Polícia Militar foi acionado na tarde desta quarta-feira, 10, após uma caixa ter sido deixada nas imediações da Bolsa de Valores de São Paulo, no centro da cidade. Até as 17 horas, os agentes ainda trabalhavam para identificar se o material era de fato explosivo. 

Em razão do chamado, a corporação teve de isolar a área da Praça Antonio Prado, na altura do número 48, para averiguar a ocorrência. A sede da Bolsa, na Rua Libero Badaró, no entanto, não teve o funcionamento afetado. Por meio da sua assessoria de comunicação, a Bolsa informou que identificou "um objeto abandonado próximo à entrada principal do prédio da Praça Antonio Prado" e avisou "as autoridades para análise”.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.