Plano para ampliar Ibirapuera está parado

Anunciado há três anos pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM), o projeto de ampliação do Parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, ainda está no papel. O plano, que previa entre outros pontos a ligação da área verde com o Obelisco e a criação de 5,7 mil vagas de estacionamento, está sendo revisado por técnicos, segundo informou a Prefeitura. A proposta seria uma parceria da Prefeitura e da Assembleia Legislativa e deveria aumentar em 20% o tamanho da área do parque, hoje estimada em 1,5 milhões de metros quadrados.

Bruno Ribeiro, Tiago Dantas, O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2010 | 00h00

Em novembro de 2007, o então presidente da Assembleia, deputado Vaz de Lima (PSDB), assinou um termo de cooperação com o prefeito Kassab para que parte da área da Assembleia fosse incorporada ao parque. O gabinete do atual presidente, deputado Barros Munhoz (PSDB), do mesmo partido, diz que aguarda o projeto final da Prefeitura para que a Casa o analise.

Se o plano for levado adiante, o estacionamento da Assembleia será aterrado e coberto com uma área verde. No lançamento do projeto, Kassab disse que a obra fazia parte de uma "cruzada" para a melhoria da qualidade de vida na capital.

Para o presidente da Associação de Moradores da Vila Nova Conceição, Abraão Badra, a ampliação do parque "é uma ideia digna de aplausos". "Há necessidade sim da criação de mais estacionamentos e bem localizados." Mas, segundo ele, o assuntou foi comentado na época e "agora não se fala mais dele". Questionada, Secretaria Municipal de Governo respondeu apenas que "o projeto está sendo revisado" por seus técnicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.