André Lessa/AE - 11/3/2010
André Lessa/AE - 11/3/2010

Plano de revitalização da Nova Luz começa a ser executado em 17 de junho

A partir de então, consórcio formado por quatro empresas terá 10 meses para apresentar projeto

Gabriel Pinheiro, do estadão.com.br

14 de maio de 2010 | 16h59

SÃO PAULO - O plano de revitalização da região da cracolândia já tem data de início: 17 de junho. Neste dia, a ordem de serviço para o começo dos trabalhos do projeto Nova Luz será assinada pela Prefeitura, informou o Ministério Municipal do Desenvolvimento Urbano. A partir de então, o consórcio formado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Companhia City e as construtoras Aecom e Concremat tem dez meses para apresentar um projeto de obras.

 

Veja também:

video Secretário explica como será o projeto

 

Durante os primeiros 4 meses, as quatro empresas vão desenvolver o plano juntamente com a Prefeitura. Após esse período, uma versão preliminar será divulgada e estará disponível para consulta pública durante dois meses. "A participação da sociedade civil, das pessoas que moram e trabalham na área e de especialistas estará garantida", afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano de São Paulo, Miguel Bucalem, em entrevista à TV Estadão na terça-feira.

 

Finalmente, os últimos 4 meses serão reservados à conclusão do projeto. Depois, no último passo, haverá nova licitação para escolher a empresa que executará o plano. De acordo com o secretário, o projeto final deverá contemplar 50 diretrizes que já foram estabelecidas pela Prefeitura, que promete acompanhar os trabalhos de perto, com reuniões quinzenais com as construtoras.

 

A licitação da Nova Luz ocorreu de forma diferente. Em vez escolher um projeto, o processo público optou pelo grupo considerado mais habilitado a propor as mudanças na região. O plano prevê uma concessão urbanística - que permite, inclusive, desapropriações bancadas pela iniciativa privada na área -, mas preservando o patrimônio histórico e garantindo a construção de moradias populares.

 

Nos últimos cinco anos, a Aecom estabeleceu as diretrizes para a Olimpíada de Londres de 2012, recuperou a área portuária de São Francisco, nos Estados Unidos, e revitalizou o centro de Manchester, na Inglaterra.

Tudo o que sabemos sobre:
Nova Luz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.