Plano atingiria 7% de docentes

Os professores da rede municipal carioca entraram em greve em 8 de agosto, em uma das maiores mobilizações da categoria registradas em uma década. Eles pedem reajuste salarial, plano de cargos e salários e mudanças pedagógicas.

O Estado de S.Paulo

30 Setembro 2013 | 02h10

Depois de extensa negociação, o prefeito Eduardo Paes apresentou o Plano de Cargos e Salários para ser votado em regime de urgência na Câmara, mas os professores se queixam de que o texto só beneficia 7% da categoria - os que trabalham 40 horas semanais. O Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino não aceita tratamento diferente para aqueles que trabalham com carga horária de 16, 22 e 30 horas.

Mais conteúdo sobre:
professores rj

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.