Pit bull avança em dois homens em Franca

Cachorro morde braços e pernas de pedreiro e ataca até o próprio dono

Brás Henrique, do Estadão,

08 de agosto de 2007 | 18h26

Dois homens foram atacados por um cão da raça pit bull, na tarde de terça-feira, 7, no Jardim Aeroporto 2, em Franca, na região de Ribeirão Preto. A primeira vítima foi o pedreiro Edgard Samuel Batista de Andrade, de 48 anos, que fazia uma reforma na residência e, ao tomar água, na torneira do hidrômetro, foi atacado. Ele teve ferimentos nos braços e pernas e uma bota de borracha evitou conseqüências mais graves. Andrade ainda se defendeu o quanto pôde, evitando que o cão mordesse o seu pescoço. Renato Aparecido de Castro, 47, dono da casa, tentou ajudá-lo e também ficou ferido. O cão pertence a Renata Souza Castro Carrero, de 25 anos, filha de Renato. Ela não quer mais o animal, de quase dois anos, que ficará dez dias em observação, no canil municipal, sob o acompanhamento da Vigilância Sanitária. Segundo a família, o cão era dócil e não tinha apresentado comportamento violento antes desse fato.

Tudo o que sabemos sobre:
pit bull

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.