Pista principal de Congonhas é liberada, mas vôos atrasam

Determinação do Conac obriga a pista fechar sempre que tiver chuva; 11 vôos têm atrasos e 22 são cancelados

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

30 de agosto de 2007 | 11h17

A pista principal do Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, voltou a operar para pousos às 10h35 desta quinta-feira, 30, após ficar quase uma hora fechada. A Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) fechou a pista às 9h40, por conta da garoa que caía sobre a região.  Por determinação do Conselho Nacional de Aviação Civil (Conac), a pista principal deve ser fechada sempre que estiver molhada. A decisão foi tomada após o acidente da TAM, no dia 17 de julho, quando 199 pessoas morreram.  As duas pistas do aeroporto continuavam operando por instrumentos, devido à neblina que continuava encobrindo a zona sul da capital. Dos 86 vôos previstos até as 11 horas, onze registravam atrasos de mais de uma hora e 22 foram cancelados, de acordo com a Infraero.

Tudo o que sabemos sobre:
crise aéreaCongonhasInfraeroConac

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.