Pista para coletivo começa a valer hoje na Av. Indianópolis

CET também inicia a 3ª fase do Corredor Norte-Sul, nas Avenidas Interlagos, Washington Luís e Teotônio Vilela

O Estado de S.Paulo

12 de agosto de 2013 | 02h03

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a São Paulo Transporte (SPTrans) vão implantar a partir de hoje a faixa exclusiva para ônibus na Avenida Indianópolis, na zona sul da cidade, em ambos os sentidos entre as avenidas Jabaquara e Rubem Berta. Também hoje será inaugurada a terceira etapa da faixa exclusiva no Corredor Norte-Sul, desde a Rua Joaquim Nabuco, passando pelas Avenidas Washington Luís, Interlagos e do Jangadeiro até a Avenida Senador Teotônio Vilela.

As novas faixas de ônibus fazem parte da Operação Dá Licença para o Ônibus lançada há cerca de um mês pela Prefeitura de São Paulo. O objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo na cidade de São Paulo, reduzindo o tempo das viagens. Ao todo, mais de 60 km de faixas já foram instaladas.

Os resultados da iniciativa já são visíveis: nesse período, a velocidade dos coletivos nos locais que receberam as novas faixas praticamente dobrou. Na semana passada por exemplo, o trajeto de 23 km entre o Terminal Capelinha, no extremo sul da cidade, e a Praça da Sé, na região central, demorou 1h50 de carro e 1h20 de ônibus - uma economia de 30 minutos para quem usou os coletivos.

Indianópolis. Segundo a CET, a exclusividade para o transporte coletivo na faixa da Indianópolis valerá de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h, no sentido centro, e das 17h às 20h, em direção ao bairro. Ao todo a faixa terá 2,4 km de extensão.

No Corredor Norte-Sul, os horários da faixa exclusiva para ônibus são diferentes: valem de segunda a sexta-feira, das 6h às 22h. Nessa terceira etapa de implantação da faixa foram utilizadas 141 placas de trânsito, 4.500 m² de pintura e 20 faixas de vinil relativas à adequação da sinalização horizontal.

Segundo a CET, transitar na faixa exclusiva de ônibus é uma infração leve, com perda de três pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 53,20.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.