Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Pista da Imigrantes está interditada e sem previsão de reabrir

Deslizamento de terra no km 52 causou a morte de uma mulher e atingiu 24 veículos; concessionária espera liberar trecho no sentido São Paulo durante o fim de semana

Caio do Valle, de O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2013 | 11h36

O secretário estadual de Logística e Transportes, Saulo de Castro Abreu Filho, disse na manhã deste sábado, 23, que ainda não há previsão para a liberação da pista norte da Rodovia dos Imigrantes, sentido São Paulo, fechada desde o fim da tarde dessa sexta-feira, 22, por causa de um deslizamento de terra na altura do km 52. O acidente matou uma mulher de 43 anos, que não teve o nome identificado.

 

Segundo o coronel da Polícia Militar Newton Michelazzo, a vítima tentava sair do carro, auxiliada por um homem, quando foi atingida no peito por um tronco, sendo, depois, arrastada pela enxurrada de lama. O corpo foi encontrado sob um carro.

 

O diretor-superintendente da concessionária Ecovias, José Carlos Cassaniga, disse esperar que a pista norte da Imigrantes possa ser liberada ainda durante o fim de semana. Ele afirmou também que a forte chuva que caiu nessa sexta, na região da Serra do Mar - 183,4 milímetros acumulados das 7h às 19h - provocou o deslizamento de terra, pedras e troncos. A média diária para o mês na área, informou a Ecovias, é de 30 milímetros de chuva.

 

Outros quatro pontos da Via Anchieta também registraram bloqueios. Nessa sexta, a estrada chegou a ficar totalmente bloqueada nos dois sentidos. Neste sábado, a subida para a capital ocorria só pela pista norte da Anchieta, mas já está liberada.

 

Punição. O secretário Abreu Filho afirmou que a concessionária Ecovias pode ser multada, caso sejam constatadas irregularidades na forma como a empresa agiu. "Até agora eles (Ecovias) têm cumprido com a obrigação. Agora, as punições existem, estão no contrato."

 

A concessionária afirmou que pagará indenização a todas as vítimas envolvidas no acidente. Os 23 carros e a carreta que foram atingidos e arrastados pelos destroços no km 52 da Imigrantes já foram retirados do local e levados para um pátio. Equipes da Ecovias ainda limpavam a área do deslizamento.

 

O trânsito era ruim no fim da manhã deste sábado na descida para o litoral ainda no trecho de planalto. Na Anchieta também havia lentidão rumo à Baixada Santista do km 36 ao 40.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
imigrantesdeslizamentosantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.