Rogério Soares/Agência Tribuna
Rogério Soares/Agência Tribuna

'Piratas' explodem caixas em Bertioga e depois fogem de lancha

Quinze homens encapuzados e armados com fuzil invadiram um shopping na Riviera São Lourenço e roubaram caixas eletrônicos e uma loja; ninguém foi preso

Laura Maia e Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

09 Novembro 2013 | 18h14

Em uma ação parecida com a de piratas, 15 homens fortemente armados invadiram um shopping na Riviera São Lourenço, em Bertioga, explodiram cinco caixas eletrônicos, roubaram uma loja, atiraram de fuzil em policiais militares e fugiram de lancha. Ninguém havia sido preso até a noite de sábado, 9.

O grupo estava encapuzado e usava luvas e não demorou mais de 15 minutos para efetuar os roubos e escapar em grande estilo. Os criminosos chegaram com três carros por volta das 3h30 de sábado no shopping e invadiram a área ao ar livre do estabelecimento que concentra os caixas eletrônicos de quatro bancos diferentes. Ali, o grupo atirou de fuzil para intimidar, rendeu um segurança e, em seguida, colocou explosivos nos caixas. Uma loja também foi assaltada. Ao todo os criminosos levaram 57 relógios de pulso, 60 pares de tênis e 20 sandálias. Os assaltantes ainda roubaram outro caixa eletrônico, localizado na Avenida Riviera.

"É muita ousadia, eles foram muito rápidos. A sensação que temos é de que eles são mesmo profissionais.Foram muito habilidosos", afirma a gerente do shopping, Adriana Oliveira. Foi a primeira vez em 23 anos que algo desse tipo aconteceu no local, diz ela, que pretende reestruturar a segurança do estabelecimento para evitar novos ataques. A gerente informou, ainda, que as imagens de circuito interno do estabelecimento foram entregues à polícia.

A Polícia Militar, que chegou em três viaturas cerca de 10 minutos após a ação no shopping, foi recebida com tiros na Avenida Riviera, segundo o boletim de ocorrência. Os criminosos fugiram e foram perseguidos, mas conseguiram escapar. Eles abandonaram os veículos em uma rua do bairro Indaiá e entraram em uma lancha.

Um dos carros abandonados era roubado, e a polícia suspeita que os outros dois sejam clonados. Um administrador de empresas que passava pela avenida foi surpreendido pela troca de tiros e teve o seu carro atingido, mas não sofreu nenhum ferimento. A polícia apreendeu nove estojos de munição: um de fuzil calibre 762, um calibre 9mm e sete cartuchos de calibre .40. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Bertioga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.