Célio Messias/AE
Célio Messias/AE

Pirassununga junta 4 distritos em 1

Para policiais, ''reengenharia'' deu mais agilidade a trâmites internos e crimes que eram resolvidos em sete dias são solucionados em três

Brás Henrique, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2011 | 00h00

PIRASSUNUNGA (SP)

A estrutura da Polícia Civil de Pirassununga, na região de Ribeirão Preto, interior paulista, completa hoje a sua segunda etapa de unificação, iniciada em julho de 2010. A primeira etapa reuniu o 3.º ao 2.º DP e a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) à Delegacia do Município - e, no fim de novembro, ambos passaram para o 1.º DP, em novo prédio, na região central da cidade.

Agora, o delegado Maurício Queiroz, coordenador do 1.º DP, terá seis investigadores: um chefe, um no atendimento ao público e quatro na rua. "Nessa junção de forças dividimos melhor os serviços", explica Queiroz. Outros três investigadores estão no Serviço de Investigação Geral (SIG). Os delegados coordenam diferentes equipes.

Os três distritos e a DDM eram espalhadas pela cidade de 69.603 habitantes. A unificação também deixou mais rápido o trabalho interno. O boletim de ocorrência é encaminhado e o delegado do plantão fala com o cidadão, assina o procedimento e o caso chega ao chefe da investigação, que busca mais informações. Esse trâmite burocrático interno costumava demorar de dois a três dias. Além disso, os moradores dizem que a localização do prédio é boa. "É melhor, pois os distritos ficavam longe", conta o eletricista José Ricardo Nicoli Júnior, de 19 anos, que registrou boletim de ocorrência de perda da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Existem cerca de 300 inquéritos em andamento na delegacia unificada. A cidade registra cerca de cem boletins de ocorrência por mês. A conclusão de inquéritos pela delegacia está em bom ritmo: 23 em dezembro, 22 em janeiro, 16 em fevereiro e 26 em março. "Esperamos melhorar isso em abril", diz o delegado.

O chefe dos investigadores, Edwald Pedro de Godoy Júnior, agora centraliza e distribui os serviços, fazendo a ponte com os funcionários na rua. Um furto de talão de cheques, comunicado anteontem para a polícia, deve ser solucionado hoje. "Antes demoraria uma semana."

Experiência. A cerca de 70 quilômetros de Pirassununga, Rio Claro também uniu as equipes de delegacias territoriais (1.º e 2.º DP) e de uma Delegacia da Mulher no mesmo prédio. Outras duas especializadas também foram agrupadas. Como resultado, cinco delegacias passaram a trabalhar em dois prédios.

As equipes de investigação na cidade estão experimentando novas formas de trabalhar. Um dos métodos testados passou pela criação de três equipes. Cada semana, uma equipe atende ao público na confecção dos boletins de ocorrência e trabalhos cartoriais, como registro de depoimento de testemunhas. Nas outras duas semanas, essas equipes passam a investigar os principais crimes da semana anterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.