Pinheiros vem em 2º, com 227 acidentes

O 14.º Distrito Policial, em Pinheiros, na zona oeste da capital, também registrou um salto nas ocorrências de lesões no trânsito. De janeiro a abril, foram 227 casos, o que põe a delegacia em segundo lugar no ranking da cidade. No mesmo período do ano passado, houve 159 ocorrências, o que a colocava na quarta colocação da capital, ao lado do Distrito Policial de Perdizes. As Avenidas Rebouças e Eusébio Matoso estão entre as que mais registraram acidentes, segundo o delegado titular de Pinheiros, Ricardo Cestari.

O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2012 | 03h02

Ele diz que grande parte dos acidentes na região envolve motos, assim como no bairro vizinho. "Fiz um levantamento informal que mostrava que 80% dos acidentes tinham moto envolvida." De acordo com Cestari, a maioria das motos acidentadas era usada para trabalho, e não para passeio - como ocorre no restante da cidade.

Além disso, as ocorrências são mais frequentes durante o dia. As vítimas não costumam ficar em estado grave. "A maioria acaba quebrando algum membro. E, na realidade, o boletim de ocorrência também pode ser usado como instrumento para conseguir o seguro obrigatório ou pressionar a outra parte envolvida", afirma o delegado.

Mortes. Dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostram que os acidentes com mortes no trânsito da região não caíram. Em 2011, foram registradas 36 ocorrências desse tipo na área da Subprefeitura de Pinheiros - maior do que a do Distrito Policial -, mesmo número do ano anterior.

Já acidentes em geral, que, na delegacia são tipificados como lesões corporais por acidentes de trânsito, caíram de 1.841 para 1.624 entre os dois anos, segundo informou o órgão da Prefeitura. / C.V.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.