Divulgação
Divulgação

Piloto morre após queda de ultraleve em Nova Odessa

Logo depois da decolagem na noite deste domingo, aeronave de Willian Furlan, de 22 anos, caiu em uma plantação de sorgo

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

17 Outubro 2016 | 09h28

SOROCABA - A queda de um ultraleve causou a morte do piloto Willian Furlan, de 22 anos, na noite deste domingo, 16, em Nova Odessa, no interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, o piloto decolou com o aparelho por volta das 18h30 do Aeródromo Rodrigues, no Parque Novo Mundo, e voava em direção à cidade de Americana. Logo após a decolagem, o ultraleve caiu em uma plantação de sorgo. 

Uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros de Americana tentou reanimar a vítima. Os bombeiros pediram o apoio de um helicóptero Águia da Polícia Militar, baseado em Campinas, para transportar o jovem até um hospital, mas ele não resistiu.

O corpo de Willian será sepultado nesta segunda-feira, 17, em Capivari, onde reside. As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

É a segunda morte em queda de aeronave dessa categoria na região em uma semana. Na terça-feira, 11, um ultraleve caiu no aeroporto de Mogi Mirim, causando a morte do piloto de 63 anos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.