Piloto e empresa foram condenados a pagar multa

Em março deste ano, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aplicou multas aos pilotos do jato Legacy envolvidos na tragédia. O piloto Joseph Lepore foi condenado a pagar R$ 3,5 mil por não apresentar a carta de voo usada durante aquele trajeto. Já a ExcellAir, empresa responsável pelo jato, foi condenada a pagar R$ 7 mil. Familiares das vítimas reivindicam que tanto o piloto quanto o copiloto tenham suas licenças para pilotar cassadas tanto pelo Brasil quanto pelos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.