Piloto diz que instrutor ficou na rota do avião

Douglas de Oliveira negou ontem ter feito uma manobra errada com o avião que pilotava anteontem em Boituva (SP). O instrutor Alex Adelmann, de 33 anos, morreu ao ser atingido em pleno ar pela aeronave e foi arremessado contra dois companheiros, que ficaram feridos. O piloto alegou que os paraquedistas estavam na rota do avião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.