FAB/Divulgação
FAB/Divulgação

Piloto corrigia posição do colega quando avião caiu em Pirassununga

Informação foi dada pelo comando da Academia da Força Aérea, que ainda investiga causas do acidente no interior de SP; os dois ocupantes morreram no local

Ricardo Brandt, O Estado de S. Paulo

13 de agosto de 2013 | 12h19

CAMPINAS - O comando da Academia da Força Aérea informou que um piloto corrigia a posição do outro quando o avião da Esquadrilha da Fumaça em que estavam caiu em Pirassununga, interior de São Paulo, na manhã dessa segunda-feira, 12. Os dois morreram no local, e, segundo o camando, faziam treinamentos iniciais com a aeronave.

O velório do piloto capitão João Igor Silva Pivovar e do copiloto capitão Fabrício Carvalho, ambos de 31 anos, começou na segunda por volta das 18h, na Academia da Força Aérea, em Pirassununga. Os corpos serão enterrados nas cidades onde eles nasceram: Jaguariaiva (PR) e Conselheiro Lafayette (MG), respectivamente.

Os pilotos mortos foram homenageados por seus companheiros na página da Esquadrilha da Fumaça no Facebook. Em uma foto em que os dois aparecem juntos, foi deixada a mensagem: "A equipe Esquadrilha da Fumaça lamenta o acidente ocorrido com dois de nossos integrantes. Um rastro de fumaça branca jamais se apaga". Em 61 anos de existência, a Esquadrilha da Fumaça teve 10 acidentes com 13 mortes.

O acidente. O Super Tucano A-29 do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) caiu às 9h10 próximo à pista, no meio de uma manobra conhecida como looping. Os pilotos chegaram a ejetar os assentos, mas por falta de altitude não houve tempo para que os paraquedas se abrissem.

As aeronaves em que voavam são modelos novos e estão em fase de preparação para substituir os antigos T-27. Em nota oficial, a Força Aérea Brasileira (FAB) informou que já iniciou as investigações para apurar as causas do acidente, mas ainda não se sabe se ele foi causado por falha mecânica ou humana. Os dois capitães estavam na Força Aérea desde 1998 e eram considerados experientes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.