Pichação em margem do Tietê faz prefeitura fechar borracharia

O proprietário do estabelecimento disse aos fiscais da Prefeitura que não deixaria de pichar o espaço público

da Redação, estadao.com.br

25 de julho de 2008 | 08h07

Uma pichação que indica uma borracharia feita no leito do Rio Tietê, próxima à Ponte do Piqueri, foi decisiva para a interdição do estabelecimento, que funciona irregularmente em um terreno na Rua Werner Siemens, no bairro da Lapa, na zona oeste da capital. Segundo a Prefeitura, há meses a borracharia tem sido responsável por pichações em muros e pneus, colocados em canteiros da Marginal do Tietê. Após advertências e pedidos não atendidos, o local foi lacrado. Dois veículos foram retirados da oficina, que funcionava sem licença. O proprietário disse aos fiscais que não deixaria de pichar o espaço público. Sua borracharia ficava no andar de baixo de sua casa.

Tudo o que sabemos sobre:
pichaçãoRio Tietê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.