Polícia Federal/Divulgação
Polícia Federal/Divulgação

PF prende em Ribeirão traficante procurado na Colômbia e nos EUA

Eduard Cardoza era considerado um dos mais procurados do mundo e estaria envolvido em sequestros, atentados e assassinatos

Rene Moreira, Especial para o Estado

29 Abril 2016 | 10h34

FRANCA - Um dos traficantes mais procurados do mundo foi preso nesta quinta-feira, 28, em um hotel em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O colombiano Eduard Giraldo Cardoza foi localizado por policiais federais e era procurado pela Colômbia e pelos Estados Unidos, onde é considerado o maior distribuidor de cocaína - a recompensa por sua captura era de US$ 5 milhões.

Cardoza será transferido para a capital paulista nesta sexta-feira, 29, de onde será extraditado. Ele foi localizado após sua mulher ser flagrada entrando no Brasil, ocasião em que a Polícia Federal foi avisada e a seguiu até o encontro no hotel.

De acordo com o delegado Victor Hugo Rodrigues Alves, além do tráfico, o colombiano é líder do grupo paramilitar Los Urabeños, o mais bem estruturado da Colômbia. Também está envolvido com vários outros crimes, como assassinato, massacre, sequestro e ataque terrorista com bomba. 

"Agora vamos tentar descobrir quais são os contatos dele no Brasil", disse o delegado da PF.

Reação. Cardoza também tem ligações com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e foi preso assim que se encontrou com sua mulher em Ribeirão Preto. Ele apresentou documentos falsos ao ser abordado, mas ao ser questionado confirmou que era mesmo o traficante procurado internacionalmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.