PF prende bando que explorava caça-níquel

SALVADOR

, O Estado de S.Paulo

02 Dezembro 2010 | 00h00

Treze pessoas foram presas ontem na Operação Reset, da Polícia Federal, contra organização acusada de explorar 20 mil caça-níqueis na Bahia. O faturamento do grupo, segundo a PF, chegava a R$ 50 milhões por ano. Os seis empresários apontados como chefes do bando foram detidos. Quatro deles foram presos em endereços de luxo de Salvador. Outro foi capturado em Fortaleza e o sexto em São Caetano (SP). Os agentes também cumpriram 37 mandados de busca e apreensão em escritórios e residências dos acusados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.