PF prende 5 acusados de tentar enviar cocaína para o exterior

Droga seria levada para Madri após passar por escala em Amsterdã; quatro armas foram apreendidas na operação

Elvis Pereira, estadao.com.br

01 de outubro de 2008 | 19h46

A Polícia Federal (PF) anunciou nesta quarta-feira, 1º, a prisão de cinco pessoas acusadas de tentar enviar 12 quilos de cocaína para fora do País por meio do Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo. Durante as detenções, efetuadas no interior e na capital, os agentes recolheram quatro armas, entre elas uma metralhadora ponto 30, capaz, segundo a PF, de derrubar aeronaves.  Veja também:Motorista é preso e 600 kg de cocaína são apreendidas em SP O caso passou a ser investigado na segunda, 29, quando a Receita Federal encontrou no terminal de exportação do aeroporto uma caixa de papelão com a droga em meio a agendas. O avião em que seria levada a cocaína iria para Barcelona, na Espanha, com escala em Amsterdã, na Holanda. O funcionário da empresa que faria o transporte contou à PF que fora contratado para levar livros e agendas. Ele revelou o nome de dois homens, que acabaram presos em Campinas.  Em seguida, a PF deteve um terceiro suspeito em um flat em Santana, na zona norte, e um quarto envolvido em Barueri, no interior, que mantinha a metralhadora. Por fim, foi detido um policial civil na zona leste da capital. Em Moema, na zona sul, foram apreendidas duas pistolas, um revólver calibre 38 e munições. Os presos deverão responder por associação ao tráfico de entorpecentes.

Tudo o que sabemos sobre:
tráficodrogascocaínaPF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.