PF prende 2 por fraude contra clientes da Caixa em Guaira

Funcionário de agência e outro homem usavam documentos falsos para conseguir retirar valores de várias formas

Brás Henrique, O Estado de S.Paulo

25 Junho 2009 | 16h24

Duas pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira, 25, em Barretos e Guaira, na região de Ribeirão Preto, na Operação Falso, da Polícia Federal (PF). Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão para desmontar um esquema de fraudes contra a Caixa Econômica Federal (CEF).

 

Segundo a PF, inúmeras contas fantasmas foram abertas numa agência com uso de documentos falsos para retirar valores por meio de transferência não autorizada, depósitos com alvarás judiciais falsos, recebimento de créditos de seguro DPVAT, concessões indevidas de empréstimos bancários e saques em dinheiro com guias com assinaturas falsas de clientes. Mais de R$ 130 mil foi o prejuízo da CEF.

 

Um dos presos é um funcionário da CEF de Guaira. Os detidos serão indiciados por peculato, uso de documentos falsos, falsificações de papeis público e particular e falsidade ideológica, que poderão render penas de 2 a 12 anos de reclusão e multas.

Mais conteúdo sobre:
fraude banco CEF Guaira polícia PF

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.