PF prende 13 em ação contra tráfico de drogas pelo Correio

Operação Capricórnio foi deflagrada simultaneamente nos Estados do Acre, Rondônia e Ceará

Da redação,

29 de julho de 2008 | 10h58

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta terça-feira, 29, treze pessoas durante a Operação Capricórnio, deflagrada simultaneamente nos Estados do Acre, Rondônia e Ceará. O objetivo é desarticular uma organização criminosa com base no Acre e Bolívia especializada em tráfico de drogas por meio do envio por Sedex, dos Correios.   Cerca de 62 Policiais Federais foram mobilizados para cumprir 13 mandados de busca e apreensão e 15 de prisão preventiva expedidos pelo Juízo da 1.ª Vara Federal de Rio Branco.   A PF informou que a quadrilha estava sendo investigada desde 2006, quando foi verificada a existência de um narcotraficante brasileiro, vulgo "Cristiano", foragido de Rondônia, na cidade de Cobija, na Bolívia. De lá, "Cristiano" negociava e transportava substâncias entorpecentes.   O traficante utilizava a Internet para se comunicar com os demais integrantes do grupo e o serviço de Sedex para enviar remessas de cocaína para diferentes regiões do País e para o exterior. Estima-se que apenas em 2007 a quadrilha tenha movimentado mais de R$ 1 milhão.

Tudo o que sabemos sobre:
Operação CapricórnioPF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.