Divulgação
Divulgação

PF fecha empresa de segurança clandestina no litoral de São Paulo

Grupo contratado por moradores realizavam rondas e abordavam pessoas em área pública

estadão.com.br,

26 de janeiro de 2012 | 15h19

SÃO PAULO - A Polícia Federal fechou nesta quarta-feira, 25, uma empresa de segurança privada clandestina no bairro de Itamambuca, em Ubatuba, no litoral Norte de São Paulo.

Os agentes chegaram até o local após denúncias de abusos por parte de seguranças contratados por uma sociedade de amigos de um bairro. Materiais utilizados pelos vigilantes foram apreendidos.

Os policiais constataram que pessoas da região contrataram um grupo de vigilantes para realizar rondas e abordar pessoas em área pública, inclusive na faixa da praia. Os vigilantes utilizavam cassetete e rádios sem licença da Anatel. Eles agiam como se estivessem na área privada de um condomínio. A associação responsável pela empresa de segurança clandestina foi notificada a encerrar os serviços.

No ano passado, a Polícia Federal em São Sebastião fechou outros dois grupos que atuavam sob comando de associações de bairro e sem a devida autorização da Polícia Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
PFempresa de segurançaUbatuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.