PF faz operação contra pedofilia na internet em SP

Um suspeito, de 22 anos, foi detido em flagrante no bairro de Pirituba, na zona oeste da capital

Fausto Macedo - O Estado de S. Paulo,

07 de novembro de 2012 | 17h39

SÃO PAULO - A Polícia Federal executou nesta quarta feira, 7, mais uma etapa da "Operação Silêncio dos Inocentes" para cumprimento de 4 mandados de busca e apreensão relacionados a inquéritos policiais que apuram crimes de pedofilia praticados por meio da internet. Um suspeito foi preso. Ele tem 22 anos e foi detido em flagrante no bairro de Pirituba, na Capital.

No período da manhã, os agentes da PF se dirigiram a quatro residências na Capital paulista, locais apontados nas investigações.

Na residência do homem preso em flagrante a PF encontrou arquivos de imagens pornográficas envolvendo crianças. Por se tratar de crime afiançável, ele será liberado após o pagamento de fiança.

As ações ocorrem no âmbito da Operação Silêncio dos Inocentes, missão permanente da Polícia Federal em São Paulo de combate à pedofilia pela internet. Os mandados de busca foram expedidos pela 4.ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

Segundo a PF, diferentemente do que ocorre em operações pontuais, nas operações permanentes não há vinculação dos atos da investigação com um único inquérito, mas uma mobilização constante com o fim de combater um determinado tipo de situação específica, como a pedofilia pela internet.

As informações sobre possíveis crimes são encaminhadas à PF principalmente pelo Grupo de Combate aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil, ligado à Divisão de Direitos Humanos da Polícia Federal e também pelo Ministério Público Federal.

Com os dados encaminhados são instaurados inquéritos policiais para esclarecimento da existência de crime e de seu autor.

A Operação Silêncio dos Inocentes teve início em julho de 2012 e nesse período foram presas 3 pessoas em flagrante - incluindo a prisão desta quarta feira, 7 -por possuírem, produzirem ou compartilharem imagens pornográficas envolvendo crianças ou adolescentes pela internet. Já foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão no total.

Mais conteúdo sobre:
PFpedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.