PF desmonta quadrilha que cometia sequestros e roubos em SP

Sete suspeitos foram presos; Polícia diz que grupo seria responsável por mais de 150 roubos de veículos

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

01 de julho de 2009 | 08h27

Policiais federais detiveram, nesta terça-feira, 30, sete supostos integrantes de uma quadrilha especializada em crimes de sequestro em São Paulo. As vítimas eram, em sua maioria, mulheres e funcionárias de instituições financeiras e tinham seus veículos e documentos levados pelo bando.

 

Durante os cinco meses de investigações da operação Serraria, os policiais descobriram que a quadrilha seria responsável por mais de 150 roubos de veículos nos bairros do Sacomã, Mooca, Ipiranga e Heliópolis, região sudeste da capital. Pelo menos 30 vítimas já compareceram à sede da Polícia Federal, na Lapa, zona oeste, e reconheceram os suspeitos detidos.

 

Segundo a Polícia Federal, a quadrilha, após manter as vítimas em cárcere privado e roubar o veículo, objetos pessoais e dinheiro, utilizava os documentos das pessoas em outras ações para incriminar inocentes. Os sete presos responderão por crimes de extorsão mediante sequestro, formação de quadrilha e roubo, cujas penas somadas variam de 30 a 50 anos de reclusão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.