Pesquisa mostra que a população aprova polícia no Caso Isabella

51% dos entrevistados consideraram a cobertura dos jornais para o caso séria

Milton F. da Rocha Filho, Agência Estado

20 de maio de 2008 | 09h39

O instituto de pesquisa de opinião pública Datafolha divulgou nesta terça-feira, 20, que 63% de 1.087 pessoas consultadas aprovam o comportamento da Justiça no caso do assassinato da menina Isabella, de 5 anos, e que 70% consideraram como bom o desempenho da polícia nas investigações. A mesma pesquisa realizada no último dia 15 de maio, ouvindo apenas pessoas maiores de 16 anos, mostrou que 51% consideraram como séria a cobertura dos jornais impressos para o caso; 30% considerou sensacionalista: e 19% não souberam classificar. A mesma pesquisa mostrou que 57% consideraram a cobertura jornalística como parcial, sendo que no mesmo item, 73% também entenderam que a cobertura das televisões podem ser consideradas parciais; 22% como imparcial; e 21% não souberam responder. Quanto maior o grau de escolaridade da pessoa consultada, registra a pesquisa do Datafolha, maior é a reprovação em relação à cobertura jornalística. A pesquisa mostrou ainda que 86% das pessoas mostraram interesse pelo caso, sendo que 51% delas entendem que tiveram muito interesse; com apenas 11% não se interessando pelo assunto. As mulheres, 57%, acompanham mais o assunto, contra 44% dos homens. Houve rejeição pela maioria das pessoas, 56%, contra manifestações de moradores contra o pai e a madrasta da menina Isabella, hoje presos preventivamente, em Tremembé, interior paulista. O mesmo item da pesquisa mostrou que 38% das pessoas aprovaram as manifestações.

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.