JB Neto/AE
JB Neto/AE

Peruanos são presos por furto de notebook em Cumbica

Policiais identificaram os suspeitos e efetuaram a prisão quando eles tentavam fugir em um táxi

Daniela do Canto, da Central de Notícias,

13 Novembro 2009 | 04h29

Dois peruanos foram presos em flagrante pelo furto de um notebook no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, na noite desta quinta-feira, 12. Eles já estavam dentro de um táxi, prontos para deixar o local, quando foram capturados por policiais militares da 2ª Companhia do 44º Batalhão, por volta das 22 horas. Identificados como Juan Vitor Urtiga Dias e Miguel Angel Perez Martinez, os dois peruanos, naturais de Lima, foram encaminhados à Delegacia do Aeroporto.

 

Dias e Martinez trajavam terno e se passavam por passageiros que circulavam pelo aeroporto. Os dois se comunicavam por telefone celular quando não estavam juntos. Eles foram localizados após a PM receber uma denúncia de que dois homens bem vestidos tentavam praticar furtos no local. Os PMs deram início a uma busca e identificaram os suspeitos na área de desembarque. Eles foram acompanhados durante alguns minutos, à distância, pelos policiais.

 

Conforme a PM, Dias furtou o notebook de um passageiro que deixou o carrinho de bagagens ao lado enquanto jantava. Ao mesmo tempo, Martinez observava, pouco distante, a movimentação. Os policiais notaram que os dois saíram apressados, um deles com uma pasta nas mãos, e capturaram os suspeitos dentro do táxi, antes que o veículo deixasse o ponto. Dentro da pasta, estava o laptop furtado. Ainda segundo a PM, Martinez já tinha uma passagem pela polícia, por furto.

 

A vítima, um amazonense, só percebeu o furto do notebook - avaliado em cerca de R$ 4 mil - depois de ser notificado da prisão dos suspeitos. Por causa do crime, ele perdeu o voo para Manaus naquela noite e deve embarcar somente na manhã desta sexta-feira, 13.

 

Drogas e dinheiro

 

Policiais do Núcleo de Operações Especiais (NOE) prenderam na quinta  um boliviano que escondia U$ 18,1 mil e R$ 1,5 mil no corpo. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o flagrante ocorreu por volta das 17h30, durante fiscalização de rotina na Rodovia Hélio Smitt (BR-610), em Guarulhos.

 

Ao abordarem um táxi de placas CTE 8275, os policiais notaram que o passageiro, de descendência boliviana, estava muito nervoso. Em revista pessoal, foi encontrada a quantia em dinheiro, que estava escondida no corpo do homem.

 

Por não saber explicar a origem do dinheiro, o estrangeiro foi encaminhado à delegacia de Polícia Federal do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos. Ele foi incluído na lista de pessoas a serem monitoradas pela PF, já que é suspeito de tráfico internacional de drogas.

 

(Com Fabiana Marchezi)

 

Atualizado às 12h19 para acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.