Peruana furta bolsa e é presa em Congonhas

Uma peruana foi presa ontem ao tentar furtar a bolsa de uma passageira no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Ela estava com outro peruano, que fugiu. É a segunda quadrilha de estrangeiros pega cometendo crimes no saguão do aeroporto em um mês - no dia 26 de fevereiro, três colombianos foram detidos na mesma situação.

NATALY COSTA, O Estado de S.Paulo

16 Março 2013 | 02h06

Aurora Gladys Nunes Saldaña e o parceiro estavam perto dos totens de check-in automático de uma companhia aérea - onde é comum ver passageiros deixando os pertences no chão enquanto usam o computador. Aurora furtou a bolsa de uma delas e foi surpreendida pelos policiais, que prenderam a peruana em flagrante e devolveram a bolsa à dona, que viajou para Porto Alegre.

De acordo com o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, da Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), o segundo peruano saiu correndo pela Avenida 23 de Maio e quase foi atropelado, mas conseguiu fugir.

As quadrilhas de estrangeiros que atuam em São Paulo miram especialmente as vítimas em aeroportos. De maio de 2011 até agora, mais de 20 deles já foram presos, entre peruanos, colombianos, argentinos e venezuelanos.

Além de Congonhas, eles atuam também no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, e no de Viracopos, em Campinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.