Perseguições terminam em acidentes na zonas sul e leste da capital paulista

Numa delas, Corsa perseguido pela PM era ocupado por ladrão e travesti, ambos seminus

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

20 de junho de 2012 | 01h57

SÃO PAULO - Duas perseguições policiais terminaram em acidente de trânsito no final da noite de terça-feira, 19, nas zonas sul e leste da capital paulista.

 

A primeira colisão ocorreu às 22h30 na Ponte Santo Dias da Silva (antiga Ponte do Socorro), na zona sul da capital. Neste local, um Corsa Joy prata roubado, ocupado pelo assaltante e por um travesti, atingiu a mureta após bater em três veículos de passeio e numa moto quando era perseguido por duas viaturas da Polícia Militar.

 

Após roubar o Corsa, na altura do nº 3.000 da Estrada do Guarapiranga, da gerente Andréia Gomes Moreira, de 37 anos, acompanhada da filha, de 15 anos, Pedro Rodrigues Sobrinho, de 20 anos, que simulou estar armado para intimidar a dona do Corsa, parou na Avenida Atlântica e combinou um programa com um travesti, que então entrou no carro.

 

Policiais militares, em patrulhamento, desconfiaram do veículo, verificaram que era roubado e iniciaram a perseguição após o criminoso jogar o Corsa contra as viaturas da PM durante a abordagem. No momento em que o carro parou sobre a ponte, após a colisão, o travesti, seminu, tentou correr, mas foi detido.

 

Já o ladrão, que estavam sem as calças, negou que, no momento em que as viaturas o abordaram, estivesse mantendo relação sexual com o passageiro, porém não soube explicar por que ambos estavam sem parte das roupas. O motoqueiro atropelado pelo Corsa sofreu ferimentos leves e passa bem. O caso foi encaminhado para o 11º Distrito Policial, de Santo Amaro.

 

O outro acidente ocorreu por volta das 23 horas na esquina da pista sentido bairro-centro da Avenida Alcântara Machado (Radial Leste) na esquina com a Rua Silva Jardim, no bairro do Belém, zona leste da capital. Uma van Sprinter furtada era perseguida pela PM quando o suspeito que estava ao volante bateu contra uma moto e um Meriva. O motoqueiro ficou ferido sem gravidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.