Reprodução/Google Street View
Reprodução/Google Street View

Perseguição policial termina em tiroteio na Marginal do Pinheiros

Criminosos tentavam fugir da PM em um Jeep Renegade com placas clonadas; dois foram presos e um ficou ferido

Bibiana Borba, O Estado de S.Paulo

10 Maio 2017 | 06h35

SÃO PAULO - Quatro criminosos em um veículo roubado, perseguidos por uma viatura, trocaram tiros com policiais militares em meio à Marginal do Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, na noite desta terça-feira, 9. Dois criminosos foram presos - um deles foi baleado e está sob custódia da polícia no Pronto Socorro do Hospital de Osasco. Os outros dois fugiram e não foram localizados até o momento.

Conforme a PM, uma equipe começou a perseguir os bandidos, que estavam em um Jeep Renegade branco, por volta das 21h30. Em alta velocidade, eles colidiram o carro em uma grade de proteção da Marginal, na região da Avenida Eusébio Matoso, e desceram atirando contra os policiais. O confronto provocou pânico na região por cerca de meia-hora, com bloqueio total do trânsito, reforço de mais viaturas e helicóptero da PM.

Após o tiroteio, o veículo foi abandonado pelos dois homens que pularam a grade de proteção e fugiram a pé pelos trilhos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). No carro, foram apreendidas duas pistolas e um revólver, além de celulares usados pelos criminosos. A Marginal de Pinheiros segue com bloqueio parcial para perícia na manhã desta quarta-feira, 10, no sentido da Rodovia Castelo Branco da pista expressa. O caso será investigado pelo 14º Distrito Policial (Pinheiros).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.