Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Perseguição policial no Rodoanel acaba com dois mortos e um preso

Suspeito de roubar carro, trio trocou tiros com policiais civis na manhã desta quarta-feira, 25, na região de Osasco

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

25 Fevereiro 2015 | 10h27

SÃO PAULO - Uma perseguição policial acabou com dois suspeitos mortos e um detido por policiais civis no Rodoanel, na região de Osasco, na Grande São Paulo, na manhã desta quarta-feira, 25. O trio é suspeito ter roubado um carro.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, a perseguição começou por volta das 6 horas, após os policiais civis consultarem a placa e identificarem que o Fiat Uno, ocupado pelos suspeitos, era produto de roubo. O trio não teria obedecido a ordem de parada dos oficiais e passou a ser seguido pela rodovia.

Na altura do quilômetro 12 do Rodoanel, no sentido Barueri, os suspeitos perderam o controle do veículo e bateram contra uma mureta de concreto, diz a Polícia Militar Rodoviária. O acidente aconteceu próximo a um dos túneis da rodovia.

Segundo a versão da Polícia, os suspeitos teriam descido do carro e atirado contra os policiais, que revidaram os disparos. Durante o tiroteio, dois suspeitos foram atingidos. Um morreu no local e o outro chegou a ser encaminhado a um hospital da região, mas não resistiu. O terceiro foi detido. Nenhum policial ficou ferido.

A Polícia Militar Rodoviária foi acionada para preservar o local da troca de tiros. Segundo a CCR Rodoanel, concessionária responsável por administrar a rodovia, não foi preciso fazer bloqueios porque a ocorrência policial foi em uma alça operacional da pista, o que não prejudicou o tráfego na região.

Mais conteúdo sobre:
Violência São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.