Peritos de outros Estados vão ajudar IML a identificar vítimas

Uma semana após o acidente, apenas 68 das 199 vítimas do vôo 3054 foram identificadas pelo peritos

24 de julho de 2007 | 11h21

Peritos do Rio Grande do Sul e do Amazonas devem chegar a São Paulo nesta terça-feira, 24, para ajudar os peritos do Instituto Médico Legal paulista a identificar as vítimas do acidente com o vôo 3054 da TAM. O convite aos especialistas de outros Estados foi feito após uma reunião com os familiares das vítimas ainda não identificadas.   Uma semana depois, apenas 68 vítimas são identificadas Lista de vítimas do acidente do vôo 3054  O local do acidente  Quem são as vítimas do vôo 3054  Histórias das vítimas do acidente da TAM  Galeria de fotos  Opine: o que deve ser feito com Congonhas?  Cronologia da crise aérea  Acidentes em Congonhas  Vídeos do acidente  Tudo sobre o acidente do vôo 3054  Até a manhã desta terça, 68 das 199 vítimas do acidente já haviam sido identificadas pelo IML. "Estamos fazendo o possível para diminuir a dor dessas famílias na identificação mais rápida possível das vítimas", afirmou o secretário estadual da Justiça e Defesa da Cidadania, Luiz Antônio Marrey. Uma comissão composta por familiares das vítimas foi montada para acompanhar os trabalhos do IML. "Está sendo feito tudo que é possível, mas os corpos estão muito carbonizados e isso dificulta muito o trabalho", argumentou o secretário. "Portanto, ainda não é possível definir um prazo para a conclusão das atividades".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.