Nilton Fukuda/AE - 16/6/2010
Nilton Fukuda/AE - 16/6/2010

Perícia acha vestígio de projétil no maxilar de Mércia

Fratura na advogada pode ter sido por disparo efetuado dentro de seu carro

Elvis Pereira, do Jornal da Tarde,

29 de junho de 2010 | 23h01

SÃO PAULO - A perícia encontrou vestígios de projétil de um revólver calibre 38 no maxilar da advogada Mércia Mikie Nakashima. Acredita-se que o tiro tenha sido efetuado já dentro do Honda Fit dela. No entanto, o disparo não seria a causa da morte.

 

Também está sendo investigado o material encontrado no aspirador apreendido na casa do advogado e policial militar reformado Mizael Bispo de Souza, ex-namorado de Mércia, considerado pela polícia suspeito de ser o mandante do crime.

 

A perícia, porém, acha prematuro determinar que algas e outros materiais encontrados no aparelho sejam compatíveis com os da represa Atibainha, em Nazaré Paulista, onde o corpo de Mércia foi localizado no dia 11 de junho, um dia depois de seu carro ter sido retirado do reservatório.

 

O laudo com a causa da morte da advogada ainda não foi divulgado. A polícia adiou a reconstituição do crime marcada para ontem. A nova data não foi definida, assim como o quarto depoimento de Mizael.

Tudo o que sabemos sobre:
Mérciaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.