Perfil: Roberto Senise Lisboa continua trabalhando

Promotor investigado desenvolveu intensa vida acadêmica em paralelo às atividades no Ministério Público

Bruno Ribeiro e Luciano Bottini Filho, O Estado de S. Paulo

23 Julho 2014 | 03h00

Livre-docente em Direito Civil pela Universidade de São Paulo, o promotor de Justiça Roberto Senise Lisboa desenvolveu uma intensa vida acadêmica em paralelo às atividades no Ministério Público Estadual. Seu currículo Lattes aponta vínculo vigente com três instituições de ensino em São Paulo. Ele ocupa a cadeira de número 67 da Academia Paulista de Direito.

O promotor está à frente de casos polêmicos, como a ação que tentou manter o time da Portuguesa na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Também chefiou o inquérito civil aberto contra a clínica de fertilização do médico Roger Abdelmassih depois das denúncias de estupros cometidos pelo médico - tido hoje como um dos homens mais procurados pela Polícia Civil paulista.

Lisboa foi casado com a cantora gospel Priscila Lisboa entre 1998 e 2013. O divórcio foi pedido por ele e resultou em uma batalha jurídica. Além de obter decisão que garante multa à ex-mulher caso ela movimente a conta conjunta que o casal mantinha ou seja flagrada cometendo infrações de trânsito com o carro dele, Lisboa tentou processar o Google para que o site deixasse de trazer fotos dela caso fosse feita uma pesquisa com o nome dele. Nesse caso, o promotor perdeu a ação. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.