Pelo menos seis ônibus são alvos de criminosos em São Paulo

Segundo a SPTrans, grupos ordenavam a saída de motorista e passageiros para incendiar os veículos

Gustavo Aleixo, Rádio Estadão, e Felipe Tau, O Estado de S. Paulo,

12 Novembro 2013 | 06h49

Atualizado às 10h50

SÃO PAULO - Pelo menos quatro ônibus foram incendiados e dois parcialmente depredados na noite dessa segunda-feira, 11, na zona leste de São Paulo. No domingo, outros três ônibus e um carro já haviam sido queimados na região, em uma suposta represália à morte de um suspeito de 16 anos após uma perseguição policial.

Os casos dessa segunda-feira aconteceram em um intervalo de três horas e meia, entre as 20h20 e as 23h50, em Sapopemba e no Itaim Paulista. Segundo a SPTrans, grupos abordavam os motoristas e ordenavam que os ocupantes descessem. Os coletivos queimados tiveram perda total.

Às 20h20, suspeitos tentaram, sem sucesso, queimar um ônibus na Estrada Dom João Néri, 2290. O grupo fugiu para uma favela próxima e o veículo sofreu danos parciais. O mesmo aconteceu na Avenida Sapopemba.

Os coletivos queimados foram abordados nas ruas Henry Fuseti, General Porfírio da Paz - ambas em Sapopemba -, Francisco Luís de Oliveira e Avenida Ipê-Roxo - as duas no Itaim Paulista. Nesta última ocorrência, às 23h50, duas pessoas foram detidas pela Força Tática e encaminhadas ao 59 (Jardim Noêmia). Ninguém ficou ferido, segundo a PM.

Mais conteúdo sobre:
ônibusqueimadozona leste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.