Pela terceira vez, PM estoura bingo clandestino na Mooca

Casa de jogos estava instalada em um sobrado, movimentação era controlada por circuito de TV

Ricardo Valota, do estadão.com.br

11 de agosto de 2010 | 03h35

SÃO PAULO - Nesta quarta-feira, 11, uma denúncia anônima levou os policiais militares da 1ª Companhia do 21º Batalhão a estourar, pela terceira vez em menos de um ano, um bingo clandestino montado na Rua da Mooca, na Mooca, região centro-leste da capital paulista.

Os policiais foram impedidos de entrar pelos funcionários, que controlavam a movimentação externa por meio de um circuito de TV. Os PMs acionaram os bombeiros para arrombar o portão do sobrado.

"Ao perceberem a chegada dos bombeiros, eles resolveram abrir. É a terceira vez que nós estouramos um bingo neste local", relatou o sargento Amaral. Segundo os policiais, havia 36 máquinas de videobingo, das quais 34 estavam ligadas e duas quebradas.

Dois funcionários e dez clientes foram detidos e encaminhados para o 56º Distrito Policial, da Vila Alpina. No caixa do estabelecimento, os policiais encontraram R$ 3.800,00. O valor existente dentro das máquinas só será levantado após o trabalho da perícia. Não havia drogas nem armas no local.

"Essas máquinas que estavam em funcionamento já são outras, pois na última apreensão as que encontramos foram lacradas e retiradas", completou o policial militar.

Tudo o que sabemos sobre:
PM, bingo, clandestino, Mooca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.