Pedreiro se amarra à ex-mulher para matá-la

Um pedreiro de 31 anos foi preso na madrugada de ontem em Sorocaba, depois de se amarrar à ex-mulher por 4 horas e ameaçar matá-la com facas presas às mãos. Segundo a vítima, uma auxiliar de cozinha, o pedreiro não se conforma com a separação. Quando ele deu sinais de cansaço, a mulher o empurrou, livrou-se da corda e correu. Segundo a Polícia Militar, o pedreiro então avançou contra os policiais e recebeu uma descarga da arma de choque Taser. Continuou avançando e foi derrubado com um tiro de borracha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.