ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

Pedreiro e adolescente morrem em assalto a residência no litoral de SP

Criminosos invadiram casa, renderam família e balearam quatro pessoas na noite de sexta-feira, 24, em Itanhaém

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2021 | 16h56
Atualizado 26 de setembro de 2021 | 10h24

SÃO PAULO - Adolescente de 17 anos e um pedreiro, 44 anos,  morreram após serem baleados durante um assalto a residência em Itanhaém, na Baixada Santista, na noite desta sexta-feira, 24. Eles não resistiram aos ferimentos e morreram, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP). Até o momento, cinco suspeitos foram detidos por latrocínio, o roubo seguido de morte.

O assalto aconteceu por volta das 19h10, de acordo com a Polícia Militar. Na ocasião, dois criminosos invadiram a casa, localizada no bairro do Suarão, e usaram um revólver calibre 38 para render a família e o pedreiro que trabalhava no local. Os bandidos teriam roubado pertences das vítimas e, ainda assim, atirado contra a família e o pedreiro.

Acionada, a PM chegou antes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e socorreu todas as vítimas. Por causa do estado grave de saúde, eles foram levados ao Hospital Regional de Itanhaém.

A adolescente e o pedreiro tiveram a morte confirmada na manhã deste sábado, 25. Já a mãe da garota, de 41 anos, e a filha mais nova, de 12, permanecem internadas, de acordo com a SSP. O estado de saúde, no entanto, não foi divulgado. 

Após buscas na região logo após o crime, a PM conseguiu localizar e deter um homem, de 22 anos, e apreender um adolescente, de 16, que estavam em uma pousada no bairro Ivoty. No quarto, os agentes relatam ter encontrado a arma usada nos assassinatos, além da chave do automóvel da família.

O suspeito de 22 anos teria confessado ser o autor dos disparos, segundo a SSP. Ao realizar consultas, os investigadores constataram que o suspeito já era considerado foragido pela Justiça de Campinas, por outro delito. 

A dupla teria, em seguida, indicado a localização do carro roubado. Lá, os agentes encontraram outro homem, de 27 anos, e duas mulheres, de 20 e 26. Os três são suspeitos de auxiliar na fuga dos criminosos e também foram presos.

Tudo o que sabemos sobre:
Itanhaém [SP]latrocínio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.