Pedreiro acusado de matar mulher e enteada é preso em SP

Ele teria confessado à polícia que matou a esposa porque ela o teria traído; menina morreu ao defender a mãe

Solange Spigliatti, estadao.com.br

28 de novembro de 2008 | 14h58

O pedreiro Francisco Alves Bezerra, de 38 anos, foi preso na quinta-feira, 27, em uma construção, na Rua Frei Caneca, acusado de matar com golpes de faca a mulher e a enteada, na última quarta-feira, 26, no bairro de Vista Alegre, zona norte de São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele será indiciado por homicídio qualificado. De acordo com boletim de ocorrência, o suspeito confessou que assassinou a mulher, a feirante Jorgina do Carmo Moreira Lima, de 37 anos, porque ela o teria traído. A filha, D., de 12 anos, foi ferida ao tentar defender a mãe e morreu. No dia do crime, uma vizinha escutou a mulher pedir ajuda e viu Bezerra sair da casa. Ele chegou a ser perseguido por outro vizinho, mas conseguiu fugir.  O suspeito morava com as vítimas há pouco mais de um ano e testemunhas relataram que o casal brigava muito por ciúme, pois Bezerra não aprovava o trabalho da mulher na feira. O caso foi registrado no 72.º Distrito Policial, na Vila Penteado, na zona norte.

Tudo o que sabemos sobre:
SSPviolênciacrimeassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.