Pedir dinheiro para guardar carro não é crime, afirma PM

De acordo com o capitão da Polícia Militar, Cleodato Moisés do Nascimento, porta voz do Comando de Policiamento da capital, pedir dinheiro para olhar veículos não é crime. "O crime é a extorsão, é o flanelinha obrigar o motorista a pagar ou não deixar que ele estacione na vaga", explica. O problema, segundo o policial, é comprovar a prática da extorsão. O motorista tem de chamar a polícia quando isso ocorrer e se dispor a ir até a delegacia registrar a queixa. E é importante que tenha testemunhas - o maior entrave é ter de encontrar um motorista que aceite deixar de assistir um jogo de futebol, ou um show ou até o espetáculo da fonte do Ibirapuera para ir até a delegacia.

O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2011 | 03h05

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Segurança Urbana informou que a Guarda Civil Metropolitana não tem responsabilidade de fiscalizar a ação dos flanelinhas. / C.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.