Pedida prisão de amante de goleiro

CASO BRUNO

, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2010 | 00h00

A polícia pediu ontem a prisão preventiva de Fernanda Gomes de Castro, de 31 anos, amante do goleiro Bruno Fernandes, por envolvimento no sumiço de Eliza Samudio. Ela é a única dos nove indiciados em liberdade. O delegado Edson Moreira disse que o atleta planejou usar o período da Copa, entre junho e julho, para sequestrar e matar Eliza porque seu time, o Flamengo, não teria jogos. O delegado afirmou ainda que as buscas pelo corpo vão continuar, mesmo com o fim do inquérito. "Não vamos desistir."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.