Pediatria da UFRJ fecha por falta de médicos

O defensor público da União André Ordacgy vai notificar a reitoria da Universidade Federal do Rio (UFRJ) para fazer a reposição de médicos da emergência do Instituto de Pediatria e Puericultura Martagão Gesteira, referência para doenças de alta complexidade. O setor fechou em 26 de abril por falta de insumos e médicos - hoje trabalham ali 17, quando o necessário são 33.

O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2013 | 02h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.