Pedágios sobem hoje em São Paulo

Em 12 rodovias, valor foi reajustado em 9,77%, com base no IGP-M entre junho de 2010 e maio

Agência Estado

01 Julho 2011 | 10h50

SÃO PAULO - Os motoristas que trafegam pelas estradas paulistas vão pagar um valor maior de pedágio a partir de hoje. Em 12 rodovias, o valor foi reajustado em 9,77%, com base na variação do Índice Geral de Preços (IGP-M) entre junho de 2010 e maio deste ano. Em outras seis estradas, o pedágio foi elevado tendo como referência o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi de 6,55%.

O pedágio de Caieiras da Bandeirantes, por exemplo, vai passar de R$ 6,35 para R$ 7. O da Imigrantes vai de R$ 18,50 para R$ 20,10. Uma mudança neste ano é que não serão usados valores "quebrados", voltando os arredondamentos de R$ 0,10.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), admitiu ontem que a revisão nas tarifas de pedágio das estradas paulistas é uma negociação difícil. Ele disse ter conseguido a troca do índice do reajuste maior, dos contratos antigos, pelo mais baixo, dos novos contratos, mas a alteração só valerá a partir do ano que vem. "Foi uma negociação difícil, dura, mas conseguimos mudar."

Falta ainda rever os contratos para tentar uma redução nominal nas tarifas, promessa de campanha do governador. Alckmin disse que o Estado contratou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para analisar, no segundo semestre, o equilíbrio econômico financeiro dos contratos. Depois de concluído o estudo, pode haver margem para redução de tarifas. "Não podemos fazer isso desrespeitando o contrato, dando margem para que as empresas recorram à Justiça, o que poderia gerar condenações a serem pagas, no futuro, pelo contribuinte", explicou.

Mais conteúdo sobre:
pedágioestradasaumentoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.