Pedágios das rodovias paulistas sobem a partir de 1º de julho

Tarifas sofrem reajuste do IGP-M, calculado pela FGV, acumulado entre junho de 2007 e maio de 2008, de 11,52%

Da Redação,

24 de junho de 2008 | 14h08

Os pedágios das rodovias paulistas sofrerão reajuste de 11,52% a partir do dia 1º de julho, referente ao Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) acumulado entre junho de 2007 e maio de 2008. O reajuste é aplicado sobre a tarifa quilométrica dos pedágios, base tarifária igual para todas as rodovias concedidas do Estado (exceto Rodoanel) que varia de acordo com o tipo de pista.  Veja também:Como ficam as tarifas de cada rodovia A partir da meia-noite da próxima terça-feira, a tarifa das pistas simples passará de R$ 0,077 por quilômetro para R$ 0,085; das pistas duplas de R$ 0,107 para R$ 0,120; e dos sistemas de R$ 0,123 para R$ 0,137.  Cada praça de pedágio efetua a cobrança de um determinado trecho rodoviário (em quilômetros) denominado TCP - Trecho de Cobertura do Pedágio que é multiplicado pelo valor da tarifa quilométrica. O resultado do cálculo, realizado pela Artesp de acordo com os contratos de concessões, é arredondado na segunda casa decimal. Assim, entre 0,01 e 0,049, ajusta-se o valor para baixo; entre 0,05 e 0,09, ajusta-se para cima. A tarifa quilométrica permite fracionar o pedágio das rodovias em diversas praças o que torna a cobrança mais justa, pois os usuários das rodovias pagam valores próximos ao percurso efetivamente utilizado.

Tudo o que sabemos sobre:
RodoviasPedágios

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.