Peças de famosos vão a leilão em Paraisópolis

Quanto vale a gravata autografada do cantor espanhol Julio Iglesias? E o quimono com que o judoca Tiago Camilo ganhou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio em 2007? E uma camisa da seleção brasileira de futebol que pertenceu ao jogador Ronaldo, o Fenômeno?

CRISTIANE BOMFIM, O Estado de S.Paulo

17 Abril 2012 | 03h04

Essas e outras 36 peças doadas por artistas e esportistas serão leiloadas na noite de hoje em prol do Instituto Escola do Povo. A entidade, criada em 2007, dá aulas de alfabetização para jovens e adultos na favela de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo.

É a segunda edição do leilão, idealizado por Gilson Rodrigues, fundador da instituição. Ele prefere não definir metas de arrecadação. "Não queremos definir um valor porque toda a ajuda é bem-vinda." O primeiro leilão, em 2010, recebeu doação até do terno usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia da posse e arrecadou cerca de R$ 2 milhões.

"Para mim, o quimono tem um valor sentimental muito grande. Mas não consigo medir em dinheiro quanto seria. Espero que valha muito", conta o judoca Tiago Camilo, que estará no evento.

O judoca se prepara para inaugurar em Paraisópolis um instituto de judô que leva seu nome. A proposta é ensinar o esporte para 200 crianças da comunidade. As aulas estão previstas para começar em maio e vão ser na sede da Escola do Povo.

Alfabetização. Todo o dinheiro arrecadado no leilão será usado para manter as aulas de alfabetização funcionando durante o ano. Cada turma tem 20 alunos e custa R$ 24.174 por semestre. "Por mês, cada aluno custa cerca de R$ 200, mas ele não paga nada", conta Rodrigues.

Desde a inauguração, o Instituto Escola do Povo já formou 3.329 pessoas - com faixa média de idade entre 30 e 40 anos e a maioria mulheres. Neste ano, 70 turmas com 20 alunos cada começarão a ter aulas em maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.